fbpx

Blog

Aprenda Como fazer uma sessão de coaching perfeita

7 passos de como conduzir uma sessão de coaching do início ao fim

 

 

Olá, tudo bem?

Aqui quem está falando é o Wilton Neto e seja Bem-vindo ao meu blog!

 

 

Nesse artigo aqui eu vou te ensinar os 7 passos para fazer uma sessão de coaching perfeita, com muita segurança mesmo que você NUNCA tenha feito uma antes!

 

 

 

 

Lembrando que o passo 4 e o passo 7 vão fazer toda a diferença na sua condução do processo….

 

 

Em 2008, logo quando eu fiz a minha primeira formação, eu fiquei meio perdido. Eu comecei a atender de fato somente em 2009, mas eu comecei já atuar com algumas pessoas lá na empresa onde eu trabalhava na época.

 

 

E uma coisa que eu sentia muita falta, principalmente naquele comecinho era um passo a passo…

 

 

Hoje eu tenho 11 que trabalho nessa área, e com a tempo a gente vai pegando a manha, e perdendo a insegurança!

 

E foi isso que com essa necessidade de ter um passo a passo que com o tempo, com a prática, com muito estudo e certificações eu fui listando as coisas mais importantes e que faziam toda a diferença na condução, tanto para o seu cliente, quanto para a sua qualidade profissional!

 

 

 

Esse passo a passo que você vai aprender, você pode usar tanto para atendimentos online quanto presenciais. E não só para a primeira sessão, mas para todas…

 

 

E tenho CERTEZA que vão te dar um verdadeiro norte!

VAMOS LÁ?

 

 

PASSO 1 – QUEBRA-GELO

Quando você for atender a pessoa, se encontrar com ela, antes de sair planejando metas, aplicando ferramentas, você DEVE quebrar o gelo.

 

 

“Como assim wilton?”

 

 

Muitas vezes, e isso aconteceu MUITO comigo, a pessoa teve um dia de cão, ela tá com a cabeça nos problemas do dia…

 

 

E uma forma de fazer a pessoa deixar de lado esses “problemas” e focar na sessão é quebrando o gelo.

 

 

Então nos primeiros minutos da sessão bate um papo com a pessoa, quebra o gelo para tirar aquela tensão da pessoa e assim você ( como profissional) ficará menos nervoso também.

 

 

É coisa rápida isso… 5-10 minutinhos, se não perde o objetivo das sessões. Beleza?

 

 

PASSO 2- CONTEXTO

Depois de quebrar o gelo, rapidamente… o que é importante você fazer:

Explicar COMO vai funcionar esse processo.

 

 

É muito importante explicar e reforçar o objetivo daquele trabalho, como você vai trabalhar ( NÃO PRECISA EXPLICAR FERRAMENTA, HEIN).

 

 

E nas próximas sessões, nessa etapa você vai revisar como está o andamento do processo!

 

 

PASSO 3- TEMA CENTRAL

É claro que a sessão tem um objetivo final, que é o resultado que você vai oferecer e que o cliente espera conquistar.

 

 

Mas é importante compreender que CADA sessão tem um objetivo e trabalhar pontos diferentes para chegar ao DESTINO ( VITÓRIAAAA).

 

 

POR ISSO: nessa terceira etapa você deve explicar o que vai ser feito ou trabalhado naquela sessão… por dois motivos:

 

1-A pessoa precisa saber para onde está indo e comemorar as pequenas vitórias.

2- Nem sempre o que você planeja para aquela sessão( ferramentas e ação) É o que o seu coachee vai precisar.

 

 

POR ISSO que eu sempre falo do passo 1 e passo 2.

 

 

 

Acontece que um dos grandes erros que eu já vi muitos ao longo desses meus 11 anos de carreira é o coache já ter em mente um roteiro na cabeça dele e já chegar aplicando.

 

 

PORÉM a realidade é que o seu coachee pode estar te trazendo uma outra demanda. às vezes é até um problema pessoal e que você pode ajudar…

 

 

Mas se você ignorar isso em nome da ferramenta e querer seguir o jogo, tenha certeza disso:

 

 

O CARA NÃO VAI ABSORVER NADA. A CABEÇA DELE NÃO VAI ESTAR PRESENTE NAQUELA SESSÃO. E no final… não valeu de nada.

 

 

Dica: você deve ter uma ideia do que vai fazer, só não pode ser engessado a ponto de pensar os seguinte:

 

 

“Eu só vou fazer isso”

 

 

Tenha cartas na manga e seja flexível, afinal altos e baixos na vida acontecem e nossa prioridade é olhar para a pessoa, não para as ferramenta.

 

 

BELEZA?

 

 

PASSO 4- TRIÂNGULO 3E’s

Agora vem a grande polêmica!

 

Cara, ao longo da minha carreira, atendente muuuita gente eu entendi COMO que eu poderia acelerar o resultado dos meus coachees.

 

 

Eu pelo menos, sempre pensei o seguinte: “como que eu posso entregar mais, transformar a vida desse cara e acelerar os resultados dele?”.

 

 

Você, com certeza deve ter essa preocupação, assim como eu tive por muitos anos.

 

 

Então o meu FOCO, é sempre na pessoa… e não na metodologia ou na ferramenta.

 

 

E porque eu to te falando isso?

 

 

Porque você sim pode utilizar o que eu chamo do Triângulo dos 3E’s

 

 

ESTIMULAR- você pode estimular o seu cliente na transformação de DENTRO para FORA. É você usar um ferramenta de coaching. Algo comum dentro de todo processo de coaching.

 

 

Os próximos itens você pode até estranhar porque é muito comum as escolas de formação coaching dizerem que não pode usar sua experiência, que você não pode usar sua bagagem… ESQUECE ISSO.

 

 

EDUCAÇÃO- O processo de mudança, seja qual for é sempre um PROCESSO EDUCATIVO. E muitas vezes você participa dele com o seu coachee.

 

Então, quando o seu cliente precisa de ajuda para destravar alguma coisa, que não vai ter relação com ferramenta, muitas vezes você vai sua seu conhecimento para oferecer soluções.

 

 

Claro, que nem sempre vai ser um problema que você passou, mas você pode oferecer soluções, desde que estejam dentro dos valores do seu processo e que ajudem mesmo o seu cliente.

 

 

E muitas vezes isso nos leva ao terceiro item:

 

EXPERIÊNCIA – você PODE usar a sua experiência para ajudar, desde que você tenha vivenciado aquilo e tem possibilidade.

 

 

E muitos falam o seguinte:

 

“ah, Wilton… Mas isso não é processo de coaching”

 

E eu sempre digo, com toda a minha experiência: não tem problema. O foco está na pessoa.

 

 

Por que se trata de PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO e se eu, estou disposto a usar tudo o que eu posso, que eu sei que vai ajudar meu cliente, como já ajudou centenas.

 

 

Isso desde que eu tenha a percepção que a minha experiência pode ajudar, o meu conhecimento de assunto vai acelerar aquele processo.

 

Assista a aula completa aqui:

 

 

Claro que as ferramentas são PODEROSAS, mas não se trata apenas disso quando se fala de resultado.

 

 

Com isso você deu direcionamento, causou mudança…

 

 

PASSO 5- AÇÃO

Aqui é a mão na massa. São as ações que serão realizadas, diante do passo 4. É a lição de casa do seu cliente!

 

 

…E ai é que vamos para a sexta etapa.

 

 

PASSO 6 – VALIDAÇÃO

Eu já presenciei muito o cliente na hora falar que vai fazer um monte de coisa, fica todo empolgado e uma coisa que é muito importa fazer é: validar essas ações.

 

 

O que significa fazer isso:validar se quantidade de ações são viáveis, se estão congruentes com os objetivos do seu coachee.

 

 

Valida se essas ações dependem apenas dele ou de outras pessoas.

 

 

PASSO 7- QUEBRA-GELO

Depois de muita discussão e trabalho intenso é importante quebrar o gelo novamente…

 

Porque, conforme você vai conduzindo a sessão, a tendência é se APROFUNDAR nos problemas, colocar a mão na massa, o comprometimento dele em relação às ações dele…

 

 

À essa altura do campeonato já estará na hora de finalizar a sessão, então é importante quebrar o gelo, sair um pouco daquela caixinha que vocês estavam e dar leveza ao final do encontro.

 

 

Beleza?

Espero ter te ajudado com essas dicas!

 

 

Eu tenho várias dicas para te dar. São 11 anos ai na jornada!

 

 

Eu tenho um grupo no telegram, onde eu dou conteúdo 100% exclusivo, que não tem aqui no blog nem nas minhas redes sociais!

 

 

Eu mando Apostilas em PDF, áudios, vídeos… tudo inédito onde eu vou te ensinando as boas práticas para ter sucesso no desenvolvimento humano!

 

 

Para participar desse grupo de mentoria é muitos simples:
CLICA NA IMAGEM ABAIXO e vamos pra cima!

 

Um grande abraço e até a próxima!!!